Página IncialArtigos e discursosESTUDO INÉDITO DA UFMG ANALISA PAPEL DOS GRUPOS DE DIREITA NA REDE SOCIAL PARA O IMPEACHMENT DE DILMA

ESTUDO INÉDITO DA UFMG ANALISA PAPEL DOS GRUPOS DE DIREITA NA REDE SOCIAL PARA O IMPEACHMENT DE DILMA

Apresentação dos dados será ao vivo, nesta quarta, no Facebook do deputado federal Paulo Teixeira

São Paulo – Nesta quarta-feira, 15, a partir das 14h30, o facebook do deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) transmitirá uma live com a pesquisadoras do grupo Opinião Pública, ligado à Universidade Federal de Minas Gerais. Elas apresentarão um estudo inédito sobre a construção da narrativa favorável ao impeachment nas páginas oficiais dos grupos de direita na rede, em especial MBL (Movimento Brasil Livre) e Vem pra Rua.

A professora de Ciência Política na UFMG e coordenadora do Grupo de Pesquisa Opinião Pública, Mara Telles; a especialista em marketing político pela UFMG, Maria Gorete e a doutoranda em Ciência Política também pela UFMG, Marina Siqueira realizaram uma análise semiótica das páginas pró-impeachment e criaram um índice para verificar quais posts tinham maior peso (curtidas, compartilhamentos, comentários e figuras como vídeos, textos, imagens). Destaca-se o papel central do MBL na desconstrução da imagem da ex-presidenta Dilma Rousseff.

O trabalho avaliou ainda de onde vem a informação que as pessoas compartilhavam e a dificuldade do governo em responder à ofensiva nas redes sociais. Durante a aula pública via Facebook, as pesquisadoras irão expor estes e outros dados compilados e responder questões dos internautas.

Serviço:

Aula/debate: “A Construção da Narrativa do Impeachment nas Páginas dos Grupos de Direita”

Quando: quarta-feira, 15 de novembro

Horário: 14h30 – ao vivo

www.facebook.com/deputadoPauloTeixeira