Página IncialNotíciasMais uma vez inocentes pagam o preço, diz Requião ao propor voto de pesar à Inglaterra

Mais uma vez inocentes pagam o preço, diz Requião ao propor voto de pesar à Inglaterra

33564440006_e7d99a468b_zO senador Roberto Requião propôs e a Comissão de Relações Exteriores aprovou voto de pesar ao Reino Unido pelo atentado terrorista de quarta-feira (22), em Londres.

Leia o requerimento aprovado e veja o vídeo sobre o assunto.

REQUERIMENTO Nº   , DE 2017

Requeiro, nos termos do artigo 218 do Regimento Interno, seja inserido em ata Voto de Pesar pelo terrível atentado terrorista que provocou a morte de quatro pessoas e deixou mais de quarenta feridos em Londres, capital do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte.

Justificação

Infelizmente, atentados terroristas vêm se sucedendo com alarmante frequência não apenas na Europa, mas também, e, sobretudo, no Oriente Médio, na África e no Sul da Ásia.

Esse padrão mundial de violência cega e indiscriminada, dirigida cruelmente contra vítimas inocentes, atenta contra os princípios mais básicos da democracia e da civilização.

O terrível atentado ocorrido no dia 22 de março do corrente, em Londres, insere-se nesse padrão perverso de violência e provoca, em todas as consciências, estupor e horror.

Mais uma vez, pessoas inocentes pagam o preço maior, o de suas vidas, por conflitos políticos, religiosos e culturais que poderiam ser amenizados com ações e medidas mais racionais para dirimir controvérsias, no plano mundial.

O Brasil, país de paz, que adota o princípio da solução negociada e pacífica das controvérsias como fundamento da sua presença no mundo, vê com muita apreensão essa escalada insensata de violência.

O Senado Federal da República Federativa do Brasil, ecoando a consciência nacional, expressa seu imenso pesar pelas vítimas inocentes e seu mais veemente repúdio ao atentado grotesco e desumano.

O Senado também expressa a sua convicção de que o povo e o governo britânicos saberão superar, com coragem e determinação, como já o fizeram no passado, o trauma dessa nova agressão inominável.

Por último, o Senado da República Federativa do Brasil envia orações e palavras de conforto a todas as vítimas do atentado terrorista.

Sala das Sessões em 23 de março de 2017